Um futuro mais verde

Um futuro mais verde 2013

APOIAR OS TRÊS MELHORES PROJETOS

A nossa primeira iniciativa

Pedimos aos nossos passageiros, funcionários, fãs da página do Facebook, universidades e membros do público em geral para nomear organizações elegíveis, e também encorajámos organizações ambientais e de conservação a nomearem-se a elas próprias.

Foram enviadas mais de 400 nomeações de países da rede Emirates e outros. As candidaturas abrangeram iniciativas ambientais tais como a conservação de animais, terras e árvores, biogás, pesquisa ambiental, campanhas de sensibilização e transportes menos poluentes.

A qualidade das candidaturas foi tão elevada que não fomos capazes de escolher apenas um vencedor; de facto, decidimos premiar três organizações, apoiando três projetos independentes.

NO ANO PASSADO, A EMIRATES LANÇOU A INICIATIVA "A GREENER TOMORROW", UMA INICIATIVA AMBIENTAL QUE APOIA ORGANIZAÇÕES AMBIENTAIS SEM FINS LUCRATIVOS... A EMIRATES FINANCIOU TRÊS PROJETOS... "A Greener Tomorrow" é um projeto de sensibilização. Sensibilização e educação. Queremos apoiar diferentes organizações na sua missão em termos de sensibilização ambiental, e educar as pessoas em diferentes projetos ambientais existentes. Assim como educar as pessoas nas organizações que patrocinamos. [Jeepney elétrico] Aqui na Emirates estamos a realizar programas de reciclagem internas há cerca de cinco anos. O dinheiro angariado através dos projetos de reciclagem tem sido sempre usado para desenvolver ainda mais os projetos e outras iniciativas ambientais na Emirates. Mas há uns anos, apercebemo-nos de que criámos um excedente de dinheiro. Por isso quisemos fazer algo que tivesse um maior impacto na comunidade. Inicialmente, fizemos um pedido de apresentação de propostas e candidaturas. Fizemos publicidade no LinkedIn, National Geographic, alguns websites de aviação, Facebook e também contratámos universidades e escolas. E pedimos ao público geral que nomeasse instituições de caridade ambientais que conhecessem, e as próprias instituições podiam nomear-se a elas próprias.

Conseguimos centenas de propostas elegíveis de todo o mundo, uma verdadeira diversidade de tipos de iniciativas, por isso é muito importantes conhecer todos os problemas ambientais que existem em todo o mundo. Os três projetos selecionados estão em diferentes locais. Por isso temos um no Malawi, em África, um no Paquistão e um em Manila, Filipinas. Manila foi o primeiro a destacar-se porque está relacionado com transportes e pensámos que existem ligações entre o setor da aviação e aquilo que estavam a tentar fazer. Basicamente, é tentar pegar nos icónicos Jeepneys em Manila e transformá-los em veículos elétricos. MANILA: INSTITUTO PARA O CLIMA E CIDADES SUSTENTÁVEIS [Música] [Homem limpa ejeepney e coloca sinal com informação de tarifas] [Ejeepneys coloridos afastam-se] [Passageiros dentro de um ejeepney] O eJeepney, ou Jeepney elétrico, é a versão elétrica do icónico Jeepney filipino, a forma mais comum de transportes públicos nas Filipinas. A principal diferença é que, em vez de terem um motor, têm um motor elétrico e carrega-o, evitando as emissões de poluentes. De momento, temos uma frota de 20 Ejeepneys e operam na cidade de Makati e também em Quezon City. [Ruídos de trânsito] [Buzina] [eJeepney na estrada] O Jeepney elétrico não emite ruídos, fumo, tendo um melhor desempenho em termos de poluição sonora relativamente ao jeep normal.

Atualmente os jeeps operam em rotas específicas para transportes públicos elétricos. Por isso são denominadas rotas verdes de Makati e são as primeiras rotas do género no país. [eJeepney passa na estrada, cheio de pessoas] [Ruído de trânsito] Um dos principais problemas de uma cidade muito urbanizada como Makati é que existem muitos veículos privados, por isso há uma verdadeira necessidade de introduzir e melhorar os transportes públicos. Reconhecemos que, ao colocar meramente veículos elétricos na estrada, não estamos a ajudar a resolver os problemas de trânsito. Mas ao invés de colocar um novo veículo elétrico na estrada, estamos a tirar um Jeepney existente e a convertê-lo em veículo elétrico. A parte triste é que os motoristas de Jeepney estão 50 por cento ou mais suscetíveis a doenças provocadas por poluição, especialmente doenças respiratórias, porque são muito vulneráveis, e estão expostos a poluentes atmosféricos durante todo o dia, todos os dias. [Ruído de trânsito] Ao conduzir um táxi, usamos gasolina ou diesel, sendo que no Jeepney elétrico usamos apenas eletricidade. [Buzina] Estamos a criar informações sobre o eJeepney.

Tudo o que sabemos sobre o eJeepney contamos aos nossos passageiros. Os passageiros dizem: "Oh, isso é ótimo." Os passageiros são simpáticos e bastante cooperantes. Gostam do veículo elétrico porque não ouvem ruídos e não inalam fumo negro. [Sinal indica "100% sem fumo"] Gostam de andar no eJeepney elétrico porque é incrível e pedem mais eJeeps em Makati. Vimos que existe uma dinâmica a ser construída na introdução de mais veículos elétricos nas estradas, por isso esperamos realmente que existam mais Jeepneys elétricos. E não apenas Jeepneys, mas também autocarros elétricos, triciclos elétricos e até melhorias gerais no sistema de transportes nas Filipinas. [Trânsito a andar] Temos muito orgulho que os Jeepneys elétricos sejam reconhecidos em todo o mundo. Os Jeepneys elétricos não emitem ruído, gases e é amigo do ambiente, e este é um ensinamento muito especial.

[Música] [Corporativa de transporte de Ejeepney] [Um logótipo: uma linha simples que desenha um camião, uma tomada que balança no telhado.] Quando escolhemos os nossos finalistas para a iniciativa "A Greener Tomorrow", as questões principais que procurávamos eram a sensibilização ambiental, educar as pessoas e em quantas pessoas teve impacto? E também se seria sustentável no futuro. Porque este financiamento é feito numa única vez e queremos ter a certeza que o dinheiro beneficiaria as pessoas no futuro. O projeto no Malawi, o financiamento que lhes damos, poderá ajudar as famílias, abordando a sensibilização e toca a vida de muitas pessoas diferentes. MALAWI: RIPPLE AFRICA [Africanos a cantar com percussão] [Crianças sentadas no exterior. Mulheres caminham numa estrada. Um homem conversa com uma mulher. Um homem senta-se num tronco de árvore com um rapaz. Crianças a correr na escola. Três crianças bombeiam água.][Adultos socializam. Outro grupo de crianças na escola.] [Crianças a cantar] Changu Changu Moto. Changu Changu Moto significa fogo rápido, rápido. Demos-lhe um nome no nosso idioma, Changu Changu Moto, porque muitas das pessoas que o experimentaram disseram que cozinhava depressa. E no nosso idioma, Changu Changu significa "rápido, rápido". [Fogo a arder num fogão feito de tijolos de lama] Após algumas pesquisas na área local, a Ripple descobriu que um dos maiores problemas era a desflorestação. E uma das atividades que mais contribui para isso é cozinhar. Cerca de 95% da população usa lenha para cozinhar. O Changu Changu Moto usa um terço ou um quarto da quantidade de lenha que as pessoas usam numa fogueira tradicional. Uma fogueira, as pessoas usam grandes troncos para cozinhar e há sujidade nas cozinhas. Há cinza por todo o lado.

[Lenha a queimar em fogueira] A instituição de caridade encontrou alguns fogões na Internet, feitos de tijolos de lama para apenas um fogão. A partir daí, fizemos vários testes e decidimos desenvolver o fogão tendo evoluído para um fogão duplo. É muito mais seguro porque o fogo está fechado, produz menos fumo; os problemas de saúde relacionados com fumo são dos mais fatais em África, mas não só aqui, em todos os locais onde se usam fogueiras tradicionais. Visto que a maioria das mulheres no Malawi passam muito tempo a cozinhar em fogueiras, e havia muitos problemas de tosse também em crianças. [Pessoas a cantar] [Formação de tijolos de lama] Vemos várias queimaduras bastante graves, e muitas crianças têm de ir a centros médicos devido a queimaduras em fogueiras. Estamos a operar em todo o distrito, o distrito de Nakata Bay, que tem mais de 40 000 casas. Vamos continuar a construir o fogão Changu Changu Moto em todas as cozinhas nas 40 000 casas existentes. Atualmente temos cerca de 30 000, por isso estamos quase lá, mas esperamos que, nos próximos quatro ou cinco meses, se consiga alcançar todo o distrito.

Gostaria de ver todas as casas a continuar a usar os Changu Changu Motos. E assim salvarmos as árvores. Poupar bastante madeira é muito benéfico, desacelerando o processo de desflorestação. Queremos manter a beleza do nosso país. Poderá ser uma enorme vantagem para as mulheres na zona local porque são elas que recolhem a lenha. Existem muitos problemas de saúde relacionados com fumo. E este projeto é sobre educação. Temos de mudar os hábitos das pessoas e habituá-las a usar uma nova tecnologia. Ao usar um Changu Changu Moto iremos conservar, na totalidade, as nossas árvores, mantendo a nossa comunidade mais verde. [Percussão] [Mulheres dão um aperto de mão perto de um fogão de tijolos de lama e sorriem] A Emirates espera que os donativos a estas organizações eduque as pessoas a viver de forma mais ecológica, reduzindo a poluição através de fogões ecológicos que construímos, ou educando as mulheres em relação a práticas agrícolas mais sustentáveis.

Esperamos ensinar as futuras gerações a viver de uma forma mais sustentável em termos ambientais. E também esperamos que, ao falar sobre estas iniciativas e através das nossas páginas de Facebook e do nosso website, que outras pessoas pelo mundo fora conheçam mais sobre estas organizações. Com o Paquistão, é uma aldeia local, e os destinatários principais são as mulheres e crianças. Também haverá um centro de formação de mulheres e crianças, para ajudar os habitantes da aldeia no futuro e, assim se espera, pessoas das aldeias circundantes para que aprendam técnicas de sensibilização ambiental. PAQUISTÃO: HERITAGE FOUNDATION [Pássaros a piar] [Vozes de crianças] [Uma mala transporta pessoas e ervas por um caminho de pó, crianças brincam, mulheres trabalham no campo.] [Bomba de água] A Heritage Foundation está envolvida em ajuda humanitária desde 2005. [Música] Temos sete programas piloto em aldeias, e dentro dessas aldeias, estamos a tentar ver onde podemos ajudar as comunidades a melhorar as suas vidas, tendo em conta tudo aquilo que deverá ser sustentável. [Casas da aldeia] Os lavabos ecológicos são lavabos compostáveis. Estamos a tentar ajudar estas comunidades, através da construção dos lavabos ecológicos, combatendo estas questões tão importantes da falta de limpeza as mãos, limpeza e higiene pessoal. Construímos algumas demos e as mulheres estão tão contentes porque têm um local onde ir. E está próximo das suas casas e não têm de se sentir envergonhadas. É como o estigma da casa-de-banho que as mulheres não devem usar. Estamos a tentar combater essas barreiras e ajudar as mulheres. Os fogões não produzem fumo, o que significa que são completamente ecológicos. Significa que são também 100% biodegradáveis. O fogão tradicional no Paquistão é uma fogueira aberta, e é a causa número um de doenças respiratórias e danos oculares entre mulheres, devido ao fumo que as fogueiras produzem.

[Mulher a acender um fogão de lama] TEM A VANTAGEM DE, NOS FOGÕES NORMAIS, O FUMO ENTRAR NOS NOSSOS OLHOS E TAMBÉM QUEIMA MENOS LENHA. E A COMIDA É PREPARADA DE FORMA MAIS FÁCIL E EXISTEM DOIS FOGÕES. E PODEMOS FAZER O CARIL NUM E O ROTI NO OUTRO. [Mulher mexe uma panela] Definimos um comité de mães. Estas mães certificam-se de que todas as crianças vão à escola em [PH 0:12:00] Moksharif. Agora, temos uma taxa de presença de 100%. E o que é melhor que isso? A VANTAGEM DA EDUCAÇÃO É QUE PODEMOS TER UMA PROFISSÃO. PODE SER MÉDICO, MESTRE, OFICIAL. QUERO SER PROFESSOR. Também temos um programa DRR (em Inglês), ou seja Redução do Risco de Catástrofe Assim, ensinamos as comunidades a estarem preparadas em caso de catástrofe, e todas as atividades que fazemos na iniciativa "A Greener Tomorrow" baseiam-se em atividades de preparação em caso de catástrofe. NO CENTRO DRR ENSINAM A CERTIFICAR-SE QUE A ÁGUA É FERVIDA E LIMPA, A PLANTAR ÁRVORES E MANDAR AS CRIANÇAS PARA A ESCOLA, A MANTER A HIGIENE E A GARANTIR A HIGIENE E NUTRIÇÃO DAS CRIANÇAS; TODOS FOMOS INFORMADOS SOBRE ISTO.

O centro age como um ponto de encontro para toda a aldeia, ou até mesmo duas ou três aldeias nas redondezas. Ao reunirem-se, ao encontrarem-se uns com os outros e tendo boas conversas e algumas gargalhadas, este é um privilégio para estas mulheres. Quando vamos para uma zona em que a comunidade é, acima de tudo, subjugada, vivendo abaixo da linha de pobreza, sem noção dos seus direitos, sem noção de coisas básicas como saúde, higiene, limpeza, questões básicas. Sem noção, sem sensibilização. É como se fosse a única forma de vida imaginável. Não podem imaginar algo melhor para as suas crianças porque é isto que conhecem. Mas quando começamos a falar com eles sobre educação, a importância de ser escolarizado, de ter uma dieta equilibrada, a importância de cuidar do ambiente, muda as pessoas. Faz delas melhores.

Elas realmente tentam fazer um esforço ativo para desenvolver estas questões. Muitas pessoas olham para os países em desenvolvimento e pensam que, como são pobres, não se preocupam. Mas a questão é que não estão sensibilizadas para a questão, esse é o problema básico. Quando as sensibilizamos, fazem realmente um esforço ativo para criar mudança. Faz com que se sintam realmente parte de algo muito importante. [Um homem conduz um carro puxado por dois bois] Tem sido uma experiência incrível estar envolvido neste projeto. Espero que sejamos capazes de sensibilizar as instituições de caridade, das organizações que patrocinamos, porque seria muito bom saber que podemos usar os nossos meios de comunicação para sensibilizar as pessoas, e as instituições de caridade poderão sustentar-se no futuro. [Mulheres em aldeia paquistanesa] [Vozes de crianças] [Rapaz acena] EMIRATES HELLO TOMORROW WWW.EMIRATES.COM/GREENERTOMORROW

APOIAR PRÁTICAS SUSTENTÁVEIS

Heritage Foundation

Heritage Foundation - Moak Sharif Eco-Village

A Heritage Foundation está envolvida em várias atividades que passam pela construção de Eco-Villages (aldeias ecológicas), práticas de agricultura sustentáveis, construção de fogões sem fumo e a educação de mulheres e crianças relativamente a estas práticas sustentáveis. O prémio será utilizado para apoiar projetos nestas três áreas na Eco-Village, Moak Sharif.

Para mais informações sobre a Heritage Foundation visite: heritage.org(Abre um site externo numa nova janela)

TRANSFORMAR O TRANSPORTE

The Institute for Climate and Sustainable Cities

O iCSC trabalha em soluções de energia sustentáveis e políticas de clima justas. O programa de conversão ejeepney deverá transformar os tradicionais jeepneys movidos a diesel - o meio de transporte público mais famoso das Filipinas - em veículos elétricos a bateria. Isto irá reduzir substancialmente a poluição atmosférica local e as emissões de carbono. Os multicabs de Tacloban, cujos motores foram danificados pelo tufão Haiyan serão equipados com motores elétricos, transformando-os novamente em veículos úteis de transporte público.

Para mais informações sobre o iCSC visite: icsc.ngo(Abre um site externo numa nova janela)

MANILA: INSTITUTO PARA O CLIMA E CIDADES SUSTENTÁVEIS

[música a tocar]

O Ejeepney ou Jeepney Elétrico é a versão elétrica do icónico Jeepney filipino, a forma mais comum de transportes públicos nas Filipinas.

INSTITUTO REINA GARCIA PARA O CLIMA E CIDADES SUSTENTÁVEIS

A principal diferença é que, em vez de terem um motor, têm um motor elétrico e carrega-o, evitando as emissões de poluentes. De momento, temos uma frota de 20 Ejeepneys e operam na cidade de Makati e também em Quezon City.

[ruídos de trânsito]

O Jeepney Elétrico não faz ruído, tem um melhor desempenho em termos de poluição sonora do que o jeep normal.

ROGELIO NATOR, EJEEPNEY TRANSPORT CORPORATION

De momento, os jeeps operam em rotas específicas para transportes públicos elétricos, por isso são denominadas Rotas Ecológicas de Makati, e são as primeiras rotas deste género no país.

[ruídos de trânsito]

Um dos principais problemas de uma cidade muito urbanizada como Makati é que tem muitos veículos privados, por isso é realmente importante introduzir e melhorar os transportes públicos. Reconhecemos que, apenas ao colocar veículos elétricos na estrada, não estamos a ajudar a resolver os problemas de trânsito. Mas ao invés de colocar um novo veículo elétrico na estrada, estamos a tirar um Jeepney existente e convertemo-lo em veículo elétrico.

A parte triste é que os motoristas de Jeepney estão 50% ou mais suscetíveis a doenças provocadas por poluição, especialmente doenças respiratórias, porque são muito vulneráveis, e estão expostos a poluentes atmosféricos durante todo o dia, todos os dias.

Ao conduzir um táxi usamos gasolina ou diesel, enquanto num Jeepney elétrico usamos apenas eletricidade.

MA. TERESA CENTENO, EJEEPNEY TRANSPORT CORPORATION

Estamos a criar informações sobre o eJeepney. Tudo o que sabemos sobre o eJeepney contamos aos nossos passageiros. E eles dizem "Oh, isso é ótimo."

Os passageiros são simpáticos e bastante cooperantes. Gostam do veículo elétrico porque não ouvem ruídos e não inalam fumo negro.

[ruídos de trânsito]

Gosto de andar num Jeepney elétrico porque é incrível e pedem mais eJeeps em Makati.

JOSEFINA BARANDON, EJEEPNEY TRANSPORT CORPORATION

Percebemos que agora existe uma dinâmica a ser construída em termos de introdução de mais veículos elétricos nas estradas. Por isso esperamos que existam ainda mais Jeepneys elétricos, e não apenas Jeepneys, mas também autocarros, triciclos elétricos e melhorias em todo o sistema de transportes nas Filipnas

Temos muito orgulho por os Jeepneys elétricos serem reconhecidos em todo o mundo.

Os Jeepneys elétricos não fazem ruído, não usam combustíveis e são amigos do ambiente. E este é um eJeep muito especial.

[música a tocar]

ALTERNATIVAS POSITIVAS

Ripple Africa

A Ripple Africa centra o seu trabalho no ambiente, na educação e cuidados de saúde em Nkhata Bay District, no Malaui. O fogão Changu Changu Moto é uma alternativa positiva às tradicionais lareiras abertas. É simples, com custos reduzidos, tem uma estrutura sustentável de tecnologia simples e utiliza 100% de materiais locais. Este fogão reduz a desflorestação na área local, reduzindo também drasticamente a inalação direta de fumo.

Para mais informações sobre Ripple Africa, visite: rippleafrica.org/(Abre um site externo numa nova janela)

MALAWI: RIPPLE AFRICA [Africanos a cantar com percussão] [Crianças sentadas no exterior. Mulheres caminham numa estrada. Um homem conversa com uma mulher. Um homem senta-se num tronco de árvore com um rapaz. Crianças a correr na escola. Três crianças bombeiam água. Os adultos socializam. Outro grupo de crianças na escola.] [Crianças a cantar] Changu Changu Moto. Changu Changu Moto significa fogo rápido, rápido.

Demos-lhe um nome no nosso idioma, Changu Changu Moto, porque muitas das pessoas que o experimentaram disseram que cozinhava depressa. E no nosso idioma, Changu Changu significa "rápido, rápido". [Fogo a arder num fogão feito de tijolos de lama] Após algumas pesquisas na área local, a Ripple descobriu que um dos maiores problemas era a desflorestação. E uma das atividades que mais contribui para isso é cozinhar. Cerca de 95% da população usa lenha para cozinhar.
 
O Changu Changu Moto usa um terço ou um quarto da quantidade de lenha que as pessoas usam numa fogueira tradicional. Uma fogueira, as pessoas usam grandes troncos para cozinhar e há sujidade nas cozinhas. Há cinza por todo o lado. [Lenha a queimar em fogueira] A instituição de caridade encontrou alguns fogões na Internet, feitos de tijolos de lama para apenas um fogão. A partir daí, fizemos vários testes e desenvolvemos o fogão. Evoluiu para um fogão de cozinha duplo. É muito mais seguro porque o fogo está fechado, produz menos fumo; os problemas de saúde relacionados com fumo são dos mais fatais em África, não só aqui, mas em todos os locais onde se usam fogueiras tradicionais.
 
Visto que a maioria das mulheres no Malawi passam muito tempo a cozinhar em fogueiras, e havia muitos problemas de tosse também em crianças. [Pessoas a cantar] [Formação de tijolos de lama] Vemos várias queimaduras bastante graves, e muitas crianças têm de ir a centros médicos devido a queimaduras em fogueiras. Estamos a operar em todo o distrito, o distrito de Nakata Bay, que tem mais de 40 000 casas. Vamos continuar a construir o fogão Changu Changu Moto em todas as cozinhas nas 40 000 casas existentes. Atualmente temos cerca de 30 000, por isso estamos quase lá, mas esperamos que, nos próximos quatro ou cinco meses, se consiga alcançar todo o distrito. Gostaria de ver todas as casas a continuar a usar os Changu Changu Motos.
 
E assim salvarmos as árvores. Poupar bastante madeira é muito benéfico, desacelerando o processo de desflorestação. Queremos manter a beleza do nosso país. Poderá ser uma enorme vantagem para as mulheres na zona local, porque são elas que recolhem a lenha. Existem muitos problemas de saúde relacionados com fumo. E este projeto é sobre educação. Temos de mudar os hábitos das pessoas e habituá-las a usar uma nova tecnologia.
 
Ao usar uma Changu Changu Moto iremos conservar, na totalidade, as nossas árvores, mantendo a nossa comunidade mais verde.
[Percussão]
[Mulheres dão aperto de mão perto de um fogão de lama e tijolo e sorriem]
HELLO TOMORROW EMIRATES WWW.EMIRATES.COM/GREENERTOMORROW

MAIS INFORMAÇÃO

Também poderá estar interessado em...