Sobre nós

História

Os marcos históricos na incrível viagem da Emirates

A 25 de Outubro de 1985, a Emirates operou as suas primeiras rotas para fora do Dubai, com apenas dois aviões - um Boeing 737 alugado e um Airbus 300 B4.

Na altura, tal como agora, o nosso objetivo era a qualidade, não a quantidade. E desde então, após esses primeiros passos no panorama das viagens regionais, crescemos e tornámo-nos líder global em termos de viagens e turismo, conhecido mundialmente pelo nosso compromisso com a qualidade.

Com uma frota de mais de 265 aviões, atualmente operamos para mais de 155 destinos em mais de 80 países em todo o mundo. Mais de 1.500 voos da Emirates partem do Dubai todas as semanas a caminho de destinos nos seis continentes, e a nossa rede está em constante expansão. Pode ler para obter mais informações.

2017

  • A Emirates apresenta três novos destinos na sua rede global - Newark, via Atenas, Phonm Penh e Zagreb.
  • A Emirates e a flydubai anunciam uma nova parceria, incluindo um amplo acordo de codeshare, alinhamento de horários e otimização da rede.
  • A Emirates dá as boas-vindas ao 100º A380 da sua frota, no centro de entregas do fabricante em Hamburgo.
  • A Emirates realiza uma encomenda no valor de 15,1 mil milhões de dólares para 40 Boeing 787 Dreamliners no Dubai Airshow 2017.
  • A Emirates apresenta o renovado lounge a bordo Emirates A380.
  • A Emirates revela os interiores completamente renovados do seu avião B777, incluindo as tão esperadas suites privadas em Primeira Classe, no Dubai Airshow 2017.
  • A Emirates é reconhecida como a Melhor Companhia Aérea do Mundo no Prémio da Tripadvisor Traveler's Choice Awards for Airlines.
  • A Emirates vence quatro prémios nos Prémios Business Traveller 2017, dois prémios nos prestigiantes Prémios ULTRAS 2017, um prémio de escolha de passageiros para o Melhor Entretenimento no APEX 2017
  • Os Prémios Passenger Choice e o prémio para Melhor Entretenimento a Bordo pelo 13º ano consecutivo nos Prémios Skytrax World Airline 2017.
  • A Emirates lança a sua campanha publicitária para as inovadoras suites privadas em Primeira Classe, com o famoso perito em desporto automóvel, Jeremy Clarkson
  • A Emirates abre a Academia de Formação de Voos Emirates, concebida para ser a academia de formação de voos mais avançada em todo o mundo.

2016

  • A Emirates foi nomeada Melhor Companhia Aérea do Mundo e recebe, pela 12ª vez consecutiva, o prémio de Melhor Entretenimento a Bordo dos Skytrax World Airline Awards 2016.
  • A Emirates inaugura as novas instalações SkyPharma no Aeroporto Internacional do Dubai, exclusivamente dedicada ao transporte seguro de produtos farmacêuticos.
  • Jennifer Aniston faz um novo amigo e explora a Classe Económica da Emirates numa nova campanha publicitária.
  • O programa Emirates Skywards comemora 16 anos de operação com 16 milhões de membros.
  • A Emirates apresenta seis novos destinos na sua rede global - Rangum, Hanói, Yinchuan, Zhengzhou, Cebu e Clark.
  • O valor da marca Emirates cresce 17% e atinge os 7,7 mil milhões de dólares.
  • Nas redes sociais, a Emirates torna-se na primeira companhia aérea do mundo com um milhão de seguidores no Instragram e lança o primeiro kit interativo do mundo em Classe Económica.

2015

  • A Emirates lança voos diários para Bolonha, Orlando, Mashhad, Multan, Bamako e Bali e retoma as operações em Erbil.
  • Jennifer Aniston acorda no conforto e luxo da Emirates, na nova campanha publicitária.
  • A Emirates vence sete prémios nos APEX Passenger Choice Awards 2015, recebe quatro títulos nos Business Traveller Awards e orgulha-se em receber, pela 11ª vez consecutiva, o prémio Skytrax para Melhor Entretenimento a Bordo.
  • A Emirates A380 e Jetman Dubai unem-se para fazer formações de voos.
  • O apoio ao cliente da Emirates nas redes sociais começa prestar apoio 24 horas por dia em Inglês e Árabe.
  • A Emirates faz uma encomenda histórica no valor de 9.2 mil milhões de dólares com a Rolls-Royce para 200 motores A380.
  • O valor da marca Emirates cresce pelo quarto ano consecutivo para 6,6 mil milhões de dólares. A companhia aérea mantém a sua liderança como marca mais valiosa em termos de companhias aéreas em todo o mundo.
  • É lançada a App da Emirates para Apple Watch.
  • A Emirates comemora um marco importante em termos de colaboradores, com uma equipa de tripulação de cabina a atingir as 20.000 pessoas.

2014

  • A Emirates leva o seu avião A380 para a Índia com a primeira exibição de sempre no Hyderabad Air Show.
  • A Emirates faz o lançamento dos voos para Boston, o seu oitavo destino nos EUA.
  • A Emirates é nomeada a "Melhor Marca de Companhia Aérea" do mundo.
  • A Emirates expande a sua pegada nas redes sociais, com o lançamento do seu canal oficial no Twitter.
  • As lendas do futebol Pelé e Cristiano Ronaldo são os protagonistas da campanha global da Emirates para ligar os fãs do desporto de todo o mundo, como embaixadores globais da companhia aérea.
  • A Emirates torna-se na primeira companhia aérea com um serviço A380 para o Aeroporto de Gatwick em Londres.

2013

  • São apresentados os serviços A380 duas vezes por dia para o aeroporto Charles de Gaulle em Paris e JFK em Nova Iorque.
  • É inaugurado o Concourse A no Aeroporto Internacional do Dubai - o primeiro terminal do mundo dedicado a A380 e a base dos voos A380 da Emirates.
  • A rota Dubai-Londres Heathrow passa a ser operada apenas com aviões A380, a seguir ao lançamento do quinto serviço diário de voos A380.
  • A Emirates inaugura o seu 35º lounge no Aeroporto Malpensa em Milão.
  • Começa a parceria entre a Qantas e a Emirates, disponibilizando 98 voos semanais entre o Dubai e a Austrália.

2012

  • A Emirates junta-se à Boeing em Seattle para comemorar a inauguração do seu 1.000º Boeing 777. O avião icónico torna-se no 102º a juntar-se à frota de Boeing 777 da Emirates. 
  • Rio de Janeiro, Buenos Aires, Dublin, Lusaca, Harare, Dallas, Seattle, Ho Chi Minh City, Lisboa e Washington juntam-se à rede da Emirates, enquanto um serviço de só-carga é lançado para Liège. 
  • A dnata adquire uma posição maioritária na Travel Republic, a maior agência de viagens online privada no Reino Unido, representando uma das maiores transações na história da empresa. 
  • Marhaba comemora o 20º aniversário e lança a sua nova imagem. 
  • No ténis, a Emirates torna-se na Companhia Aérea Oficial do US Open e patrocinador principal do Emirates Airline US Open Series. 
  • A Emirates torna-se o Patrocinador de Equipa da equipa de cricket da Primeira Liga Indiana, os Deccan Chargers.

2011

  • A Emirates faz a maior encomenda na história da Boeing - 50 aviões 777-300 ER, num valor de 18 mil milhões de dólares. A encomenda incluiu também 20 aviões 777-300 ER opcionais, com um valor de oito mil milhões de dólares.
  • O Grupo Emirates tem um lucro recorde de 5.9 mil milhões AED (1.6 mil milhões de dólares) neste ano financeiro.
  • Basra, Genebra, Copenhaga, São Petersburgo e Bagdad juntam-se à rede da Emirates, enquanto é lançado um serviço de só-carga para Erbil.
  • Xangai, Joanesburgo, Munique e Roma juntam-se à rede A380 da Emirates.
  • A Emirates torna-se Parceira e Companhia Aérea Oficial do Real Madrid.
  • A Emirates e o Victoria Racing Club anunciam um novo acordo de patrocínio com duração de cinco anos.
  • A Emirates SkyCargo completa o seu primeiro voo de carga 100 por cento sem papel entre Nairobi e Amesterdão.
  • A Emirates aceita patrocinar o "Emirates Air Line", um teleférico que atravessa o Rio Tamisa em Londres.
  • O AeroMobile, o serviço de telemóvel a bordo da Emirates, atinge cinco milhões de utilizadores e a Emirates lança a ligação à Internet Wi-Fi na sua frota A380.
  • A dnata revela uma nova filosofia corporativa e uma imagem nova.
  • A dnata anuncia um investimento global de 70 milhões de dólares em novos equipamentos e instalações.
  • A dnata adquire 50 por cento das acções da Wings Inflight Services, um prestador de serviços de catering da África do Sul.

2010

  • A Emirates comemora o seu 25º aniversário perfazendo um quarto de século de sucesso e de crescimento notável.
  • São lançadas novas rotas para Tóquio, Amesterdão, Praga, Medina, Madrid e Dacar, iniciando-se as operações de só-carga para Almaty, Bagram e Campinas.
  • O Grupo Emirates totaliza um aumento de lucro de 4.2 mil milhões AED (1.1 mil milhões de dólares) para o ano financeiro que terminou a 31 de Março de 2010.
  • A Emirates encomenda 32 A380 adicionais no Berlin Air Show, juntamente com motores GP7200 da Engine Alliance. Encomenda também 30 B777-300 ER adicionais no Farnborough Air Show.
  • A Emirates participa nas comemorações na África do Sul como Parceiro Oficial do Campeonato do Mundo da FIFA.
  • A Emirates SkyCargo opera o seu primeiro voo sem papel entre as Ilhas Maurícias e o Dubai, com toda a carga processada de forma eletrónica.
  • A Emirates SkyCargo estabelece um novo recorde operando o maior voo de carga sem paragens durante 17.5 horas entre Sydney e Nova Iorque.
  • A dnata adquire a Mercator Asia na Tailândia, a sua primeira subsidiária de TI no estrangeiro.
  • O ground handling da dnata dá as boas-vindas ao seu primeiro voo comercial a aterrar no novo Dubai World Central - Al Maktoum International.
  • A dnata inaugura oficialmente o seu novo "centro de controlo de bagagem" nos três terminais do Aeroporto Internacional do Dubai.
  • A dnata torna-se no 4º maior prestador de serviços de catering a nível mundial, ao adquirir a empresa Alpha Flight Group, Ltd.
  • O programa Emirates Skywards, com mais de cinco milhões de membros, comemora o seu 10º. aniversário com uma nova aparência e um programa reforçado.

2009

  • A dnata adquire duas das maiores operações de ground handling no Reino Unido no Aeroporto de Heathrow em Londres e no Aeroporto de Manchester.
  • A danta inaugura o seu primeiro balcão único internacional no Afeganistão, na capital Cabul.
  • A Emirates lança voos para Durban e Luanda.
  • A Emirates inicia as operações do Airbus A380 nas rotas de Sydney, Auckland, Banguecoque, Toronto e Seul.
  • A Emirates torna-se no maior operador do mundo de Boeing 777 com a entrega da sua encomenda do 78º avião B777.
  • O Wolgan Valley Resort & Spa, o primeiro resort de conservação na Austrália e primeira propriedade da Emirates Hotels & Resorts fora do Dubai, dá as boas-vindas aos seus primeiros hóspedes.
  • O projeto Arsenal Soccer Schools Dubai - uma parceria entre a Emirates e o Arsenal - abre as suas portas.
  • A dnata marca o seu 50º aniversário no Dubai Airshow.
  • O Al Maha Desert Resort & Spa comemora o seu 10º aniversário.
  • O Premier Inn, uma parceria entre o Grupo Emirates e Whitebread plc, inaugura o seu segundo hotel no Dubai em Silicon Oasis.
  • O milionésimo passageiro da Emirates usa o seu telemóvel num avião equipado com o sistema AeroMobile.
  • A maior campanha publicitária televisiva da Emirates - "Meet Dubai" - é lançada em todo o mundo.
  • A Emirates inaugura o projecto Community Health Education Society (CHES) para crianças seropositivas em Chennai, Índia.

2008

  • A dnata adquire 23% das ações da empresa de viagens corporativas, a Hogg Robinson Group (HRG), a maior participação na empresa, o que deu à danta acesso a uma rede composta por 120 países.
  • A dnata adquire 49% das ações da Mind Pearl, uma empresa global de outsource de centros de contacto, permitindo à dnata expandir-se para três continentes na sua oferta de soluções na área de outsource de centros de contacto.
  • A operação de carga da dnata une forças com a Kanoo, EAU e a SDV International Logistics, França, para criar um dos maiores prestadores de serviços logísticos dos EAU, a Freightworks.
  • A empresa muda-se para uma nova sede no valor de vários milhões de dólares, a Emirates Group Headquarters.
  • O Terminal 3 dedicado apenas à Emirates inaugura em Outubro e num mês atinge os 500.000 passageiros a viajar a partir deste terminal.
  • A Emirates SkyCargo inicia as suas operações no novo Mega Terminal no Dubai Cargo Village, com capacidade para 1.2 milhões de toneladas anuais.
  • O primeiro voo da Emirates para Los Angeles aterra no aeroporto da cidade, ao mesmo tempo que são lançados os voos para São Francisco e Cidade do Cabo.
  • A Emirates torna-se na primeira transportadora internacional a apresentar um serviço de telemóvel a bordo.
  • A Emirates recebe três A380 e faz-se história na aviação quando o seu primeiro A380 aterra em Nova Iorque.
  • O 10.000º membro de tripulação junta-se à equipa da Emirates.
  • As novas instalações desportivas da Emirates 7he Sevens recebem uma multidão recorde no Emirates Airline Dubai Rugby Sevens.

2007

  • A dnata entra no mercado europeu pela primeira vez, com a aquisição da Jet Aviation Handling AG, a divisão de handling aeroportuário da empresa suíça Jet Aviation Group.
  • A Emirates deslumbra o mundo ao assinar contratos para 120 Airbus A350, 11 A380 e 12 Boeing 777-330ER, com um valor estimado de 34.9 mil milhões de dólares, no Dubai Air Show.
  • O novo Centro de Engenharia e o Banco de Ensaios de Motores são inaugurados oficialmente.
  • O Emirates Harbour Hotel & Residence e o Marina Hotel abrem as suas portas.
  • A inclusão da cidade de São Paulo na rede da Emirates representa o primeiro voo sem escalas entre o Médio Oriente e a América do Sul.
  • A Emirates Flight Catering inicia as suas operações nas suas novas instalações avaliadas em 120 milhões de dólares no Aeroporto Internacional do Dubai.

2006

  • A Emirates assina um contrato para 10 Boeing 747-8F, num negócio avaliado em 3.3 mil milhões de dólares.
  • A Emirates fecha um negócio de parceria no valor de 195 milhões de dólares com a FIFA - o órgão dirigente do futebol mundial - e compra também os direitos de exibição de cada jogo do Campeonato do Mundo na Alemanha nos seus voos.
  • O Arsenal faz o seu primeiro jogo no novo Emirates Stadium.
  • O Xeque Ahmed afirma que a Emirates está no centro do investimento de 300 mil milhões Dhs do Dubai na aviação e sector aeroespacial.
  • A Emirates SkyCargo assina uma encomenda no valor de 2.8 mil milhões de dólares de 10 Boeing 747-8F.

2005

  • A mão de obra do Grupo Emirates totaliza 25.000 pessoas de 124 países de todo o mundo, tornado a empresa no maior empregador do Dubai.
  • O tráfego de passageiros continua a aumentar, com um registo de 12.5 milhões neste ano.
  • A Emirates encomenda 42 Boeing 777 num negócio avaliado em 9.7 mil milhões de dólares, a maior encomenda de Boeing 777 na história.

2004

  • A Emirates encomenda quatro Boeing 777-300ER, e nove aeronaves opcionais, num negócio avaliado em 2.96 mil milhões de dólares.
  • A frota SkyCargo aumenta, com três Airbus A310-300 juntando-se aos seis Boeing 747 já existentes na frota.
  • A Emirates faz o seu primeiro voo para a América do Norte - um voo de 14 horas sem paragens para o Aeroporto JFK em Nova Iorque. Este evento marcou o primeiro serviço de passageiros sem paragens do Médio Oriente para a América do Norte, um continente que Maurice Flanagan descreveu, em termos de aviação, como sendo o mais importante do mundo.
  • A Emirates assina um negócio no valor de 100 milhões de libras com a equipa da Primeira Liga Arsenal, que inclui os direitos do nome do novo estádio por um período de 15 anos e patrocínio da camisola por oito anos, a partir da época 2006/2007.
  • A dnata abre a sua primeira agência de viagens regional no Kuwait.

2003

  • A CAE e a Emirates unem forças para abrir o Centro de Formação de Aviação da Emirates, no valor de 100 milhões de dólares, com diversos simuladores de voos.
  • A Emirates espanta a indústria no evento Paris Air Show com o maior negócio na história da aviação civil - uma grande encomenda de 71 aviões com um custo de 19 mil milhões de dólares.
  • O serviço diário do Dubai para Sydney inicia com o primeiro avião A340-500 a juntar-se à frota.
  • O avião A340-500 apresenta o revolucionário sistema de entretenimento a bordo ice - incluindo 500 canais em todas as classes, enquanto todos os assentos são equipados com telefone.
  • Após transportar 8.5 milhões de passageiros, um aumento de 26%, a companhia aérea tem um aumento incrível de lucros de 94 por cento para 907 milhões de Dhs, comparativamente aos 468 milhões de Dhs.
  • A dnata tem um novo logótipo corporativo - um globo inserido numa pista estilizada representada por uma faixa verde curvilínea.

2002

  • Quatro milhões de passageiros votam na sondagem online Skytrax e a Emirates é novamente nomeada Companhia Aérea do Ano.
  • Os níveis globais de passageiros descem quatro por cento mas os números da Emirates aumentam em 18.3 por cento para 6.8 milhões.
  • O transporte de carga mundial desce nove por cento mas a Emirates tem um aumento de 19.5 por cento para 400.000 toneladas.
  • O grupo anuncia um investimento de 275 milhões de dólares num novo hangar no Centro de Engenharia da Emirates.

2001

  • É inaugurado o Centro Emirates SkyCargo, com capacidade para 400.000 toneladas por ano.
  • A Emirates assina um negócio no valor de 24 milhões de libras para patrocinar a equipa de futebol Chelsea da Primeira Liga Inglesa por quatro anos.
  • Num inquérito realizado a 2.7 milhões de passageiros de companhias aéreas pela Skytrax Research, a Emirates foi nomeada Companhia Aérea do Ano.
  • A Emirates recebe o seu 18º Airbus A330-200 e encomenda mais dois, tornando-se na maior operadora de A330 do mundo.
  • Ainda no impacto causado pelo 11 de Setembro nos concorrentes da empresa, e com a Boeing e Airbus numa fraca posição negocial, a Emirates espanta o mundo ao anunciar uma encomenda no valor de 15 mil milhões de dólares por 15 A380, oito A340-600, três A330 e 25 Boeing 777.

2000

  • O Terminal Sheik Rashid é inaugurado, aumentando a capacidade do Aeroporto Internacional do Dubai para 22 milhões de passageiros por ano.
  • É lançado o programa de fidelização de passageiro frequente Emirates Skywards.
  • O Xeque Ahmed anuncia ao Governo do Dubai o seu investimento de 500-600 milhões de dólares no novo Terminal 3 - com capacidade para 20 milhões de passageiros por ano.
  • A Emirates torna-se na primeira companhia aérea a inscrever-se para o Airbus A380 ao encomendar sete aviões, com a opção de mais cinco, no evento Farnborough Air Show.
  • A Emirates compra mais seis Boeing 777-300.
  • Maurice Flanagan é designado Comendador do Império Britânico

1999

  • A Emirates entra no mercado hoteleiro com a inauguração do Al Maha Desert Resort & Spa.
  • O primeiro de 17 Airbus A330-220 de nova geração chega ao Dubai.
  • A mão de obra do Grupo Emirates totaliza 11.000 funcionários.
  • A dnata entra no mercado de serviços aeroportuários do Sudeste Asiático, com o lançamento da dnata Philippines Inc.
  • A companhia aérea valoriza com o desenvolvimento dos laços entre os EAU e a Austrália e as cidades de Sydney, Brisbane e Perth juntam-se à rota de Melbourne.
  • A Emirates patrocina a Melbourne Cup, o maior evento de corridas de cavalos na Austrália, e a seleção nacional de cricket no Campeonato Mundial.
  • A imagem da frota da Emirates é atualizada com um design moderno e dinâmico.
  • As chegadas de passageiros ao Aeroporto Internacional de Dubai atingem a marca dos 11 milhões.

1998

  • A Emirates aumenta a sua capacidade em 26 por cento com o número de passageiros a atingir os 3.7 milhões, enquanto que os níveis de carga chegam às 200.000 toneladas.
  • O Grupo adquire 43 por cento de participação na Air Lanka, que passa a chamar-se SriLankan.
  • A Emirates é nomeada Melhor Companhia Aérea no Mundo nos prestigiados Prémios OAG.
  • O Terminal 2 no valor de 540 milhões de dólares é inaugurado no Aeroporto Internacional do Dubai.

1997

  • A Emirates faz uma encomenda de 16 Airbus A330-200 no valor de 2 mil milhões de dólares.
  • A companhia aérea desafia os elevados preços de combustível para atingir lucros recorde, com o número de passageiros a ultrapassar os três milhões e o transporte de cargas a atingir as 150.000 toneladas.
  • A Emirates recebe seis Boeing 777-200, ficando maiores capacidades para voos de longo curso.

1996

  • A companhia aérea recebe o seu primeiro Boeing 777-200 e torna-se na primeira companhia aérea a fazer filmagens em direto da descolagem e aterragem. O seu voo inaugural para Londres é seguido pelo voo inaugural da Emirates para Melbourne.
  • A Emirates torna-se patrocinadora principal do maior evento de corridas de cavalos do mundo - o Dubai World Cup.

1995

  • Ao comemorar o seu 10º aniversário, a companhia aérea tem um frota que voa para 34 locais no Médio Oriente, Extremo Oriente e Europa.
  • A Emirates entre no mercado africano, com voos para Joanesburgo, Nairobi e Quénia.
  • O objetivo do Xeque Ahmed para que mais Emiratis façam carreira na Emirates começa a tomar forma, à medida que são formados os primeiros pilotos no programa de formação da Emirates.
  • Abre o Centro de Formação de Voos da Emirates.

1994

  • A Emirates é a primeira companhia aérea a equipar uma frota Airbus com fax a bordo.

1993

  • A Emirates torna-se na primeira companhia aérea a apresentar telecomunicações num Airbus - nas três classes de viagem.

1992

  • A Emirates torna-se na primeira companhia aérea a instalar sistemas de vídeo em todos os assentos, em todas as classes na sua frota.
  • A Emirates convence o governo francês a permitir voos da Emirates para Paris.
  • Um terminal exclusivo para a Emirates no valor de 2 milhões de dólares é inaugurado no Aeroporto Internacional do Dubai.
  • A Emirates torna-se na primeira companhia aérea a encomendar um simulador de voos Airbus por 20 milhões de dólares.

1991

  • A 17 de Janeiro, a Emirates imobiliza a sua frota por várias horas quando começa a luta pela libertação do Kuwait. As operações continuam e a Emirates mantém 90 por cento dos seus serviços normais durante o primeiro mês do conflito.
  • Finalmente, a Emirates consegue um slot no aeroporto internacional mais movimentado do mundo - o Aeroporto de Heathrow em Londres.
  • Pouco depois da chegada de um outro Airbus A300-600R aumentando a frota para nove aviões, a Emirates encomenda sete Boeing 777, com a opção de mais sete, um negócio avaliado em 64.5 milhões de dólares.
  • Ao comemorar o seu sexto aniversário, 25.000 passageiros por semana viajam para 23 destinos.

1990

  • O Xeque Ahmed encomenda mais três Airbus A310-300 na exposição Asean Aerospace em Singapura.
  • A Emirates inverte a tendência da indústria e continua a sua expansão, apesar da invasão do Iraque ao Kuwait e adiciona Manchester à sua rota.

1989

  • São adicionadas rotas para Singapura, Manila e Banguecoque.

1988

  • Damasco é adicionada à rede de rotas da Emirates, perfazendo um total de 12 destinos em apenas 38 meses de operação.

1987

  • São feitos acordos para voar para o Aeroporto de Gatwick em Londres, assim como para Istambul, Frankfurt e Malé, a capital das Maldivas.
  • A 3 de Julho, o A6-EKA voa de Toulouse para o Dubai enquanto a Emirates recebe o seu primeiro avião.
  • O Airbus A310-304 é concebido em conformidade com as especificações da Emirates, dando à companhia aérea a oportunidade de implementar na totalidade o seu compromisso em oferecer uma experiência de voo superior à dos seus concorrentes.

1986

  • A rede cresce com a aquisição dos direitos de tráfego em Amã, Colombo, Cairo e Daca.
  • O investimento em infraestruturas e custos de expansão resultam em prejuízos para a Emirates, naquela que foi a única vez na sua história.

1985

  • O Xeque Mohammed apresenta Maurice Flanagan ao seu tio e futuro presidente da Emirates, Xeque Ahmed bin Saeed Al Maktoum.
  • Maurice Flanagan embarca numa missão ambiciosa de lançar uma companhia aérea com 10 milhões de dólares em cinco meses.
  • O Xeque Ahmed e futuro presidente Tim Clark juntam-se à equipa de Maurice Flanagan.
  • A Pakistan International Airlines aceita fazer um negócio de wet-lease de dois aviões com a Emirates.
  • São realizadas as negociações para voar para Karachi, Nova Deli e Bombaim.
  • A 25 de Outubro, o voo EK600 parte do Aeroporto Internacional do Dubai para Karachi.
  • O Xeque Mohammed oferece dois Boeing 727-200 à companhia aérea.

1984

  • O Xeque Mohammed bin Rashid Al Maktoum e Maurice Flanagan discutem o lançamento de uma companhia aérea no Dubai.
  • Maurice Flanagan está entre a equipa de 10 pessoas que criam um plano de negócios para a nova companhia aérea - a empresa chamar-se-ia Dubai Airlines ou Emirates.
  • O Xeque Mohammed opta por Emirates e toma a decisão de construir a companhia aérea com base na dnata, um agente de viagens de 25 companhias aéreas.

1978

  • Maurice Flanagan muda-se para o Dubai para se tornar diretor e administrador geral da dnata.

1960

  • O Xeque Rashid bin Saeed Al Maktoum inaugura o aeroporto e implementa uma política inovadora de céus abertos.

1959

  • A dnata é criada pelo Governo do Dubai com uma equipa de apenas cinco funcionários que prestam serviços de ground handling no novo Aeroporto Internacional do Dubai.

Mais informações

Também poderá estar interessado em...