Os marcos na incrível jornada da Emirates

Quem somos

História

Os marcos na incrível jornada da Emirates

História

Em 25 de outubro de 1985, A Emirates inaugurou suas primeiras rotas a partir de Dubai com apenas duas aeronaves - um Boeing 737 e um Airbus 300 B4, ambos em leasing.

Naquela época, como agora, nossa meta era a qualidade, não a quantidade. E durante os anos que decorreram desde aqueles primeiros passos na cena de viagens nacional, evoluímos em uma empresa líder e influente do setor de viagens e turismo, conhecida em todo o mundo por seu compromisso com a qualidade.

Com uma frota de mais de 230 aeronaves, atualmente voamos para mais de 150 destinos em mais de 80 países de todo o mundo. Mais de 1.500 voos da Emirates partem de Dubai todas as semanas, seguindo para destinos em seis continentes, e nossa rede está se expandindo constantemente. Continue lendo para saber mais.

2016

  • A Emirates foi nomeada a Melhor Companhia Aérea do Mundo e recebeu o décimo segundo prêmio consecutivo pelo melhor Entretenimento a bordo no Skytrax World Airline Awards 2016.
  • A Emirates opera as novas instalações da SkyPharma no aeroporto Internacional de Dubai, dedicada exclusivamente ao transporte seguro de produtos farmacêuticos.
  • Jennifer Aniston conhece um novo amigo e explora a Classe Econômica da Emirates com a segunda campanha publicitária.
  • O Emirates Skywards celebra 16 anos de operações com 16 milhões de associados.
  • A Emirates apresenta 6 novos destinos em sua rede global: Yangon, Hanoi, Yinchuan, Zhengzhou, Cebu e Clark.
  • O valor da marca Emirates cresceu 17%, alcançando US$ 7,7 bilhões.
  • Nas mídias sociais, a Emirates tornou-se a primeira companhia aérea com um milhão de seguidores no Instagram e lançou o primeiro kit de produtos de conveniência interativo na Classe Econômica.

2015

  • A Emirates inaugurou voos diários para Bolonha, Orlando, Mashhad, Multan, Bamako e Bali e retomou os voos para Erbil.
  • Jennifer Aniston acorda com conforto e luxo na Emirates com a nova campanha publicitária.
  • A Emirates se destaca no 2015 APEX Passenger Choice Awards com sete prêmios, recebe quatro títulos na Business Traveller Awards e tem o orgulho de receber o décimo primeiro prêmio Skytrax consecutivo para Entretenimento a bordo.
  • O Emirates A380 e o Jetman Dubai fazem juntos um voo de formatura.
  • A assistência ao cliente em mídias sociais da Emirates começa a oferecer suporte 24 horas em inglês e árabe.
  • A Emirates assina um pedido histórico de US$ 9,2 bilhões com a Rolls-Royce para 200 motores A380.
  • A Emirates vê o valor da marca crescer pelo quarto ano consecutivo, para US$ 6,6 bilhões. A companhia aérea também mantém seu primeiro lugar como a marca mais valiosa de companhia aérea no mundo.
  • O app Emirates para o Apple Watch é lançado.
  • A Emirates comemora um marco na história de seus funcionários, com a tripulação de cabine ultrapassando a marca de 20.000 funcionários.

2014

  • A Emirates traz sua A380 para a Índia com a primeira exibição da história no Show Aéreo de Hyderabad.
  • A Emirates lança voos para Boston, sua 8ª porta de entrada nos EUA.
  • A Emirates é denominada a "Marca de companhia aérea mais valiosa" do mundo.
  • A Emirates expande sua base de mídia social com o lançamento do seu canal oficial no Twitter.
  • As lendas do futebol, Pelé e Cristiano Ronaldo, estrelam na campanha global da Emirates para conectar fãs do esporte em todo o mundo, como embaixadores mundiais para a companhia aérea.
  • A Emirates se torna a primeira companhia aérea a oferecer um serviço do A380 agendado no Aeroporto de Londres Gatwick.

2013

  • Duplica os serviços diários do A380 para Paris Charles de Gaulle e Nova Iorque JFK.
  • A Concourse A é aberta no Aeroporto Internacional de Dubai - a primeira instalação A380 exclusiva do mundo e casa do Emirates A380.
  • O Aeroporto de Londres Heathrow passa a ser uma rota completa do A380, após o lançamento do quinto serviço diário do A380.
  • A Emirates abre sua 35ª sala de espera de companhia aérea exclusiva no aeroporto Malpensa de Milão.
  • Começa a parceria entre a Qantas e a Emirates, oferecendo 98 voos semanais entre Dubai e a Austrália.

2012

  • A Emirates se une à Boeing em Seattle para celebrar a inauguração do seu milésimo 777. A aeronave histórica se torna a 102ª a entrar na frota de Boeing 777 da Emirates. 
  • Rio de Janeiro, Buenos Aires, Dublin, Lusaka, Dallas, Seattle, Ho Chi Minh City, Barcelona, Lisboa e Washington entram na rede Emirates, enquanto um serviço de carga apenas é lançado para Liege. 
  • A dnata adquire uma participação majoritária na Travel Republic, a maior agência de viagens online privada no Reino Unido, representando uma das maiores transações na história da empresa. 
  • A Marhaba celebra seu 20º aniversário e revela seu novo visual. 
  • No tênis, a Emirates se torna a Companhia Aérea Oficial do US Open e patrocinadora titular da Série US Open da Emirates Airline. 
  • A Emirates começa a patrocinar o Deccan Chargers na Indian Premier League de críquete.

2011

  • A Emirates faz o maior pedido único na história da Boeing - 50 aeronaves 777-300 ER, no valor de $18 bilhões em preço de tabela. O pedido também incluiu 20 opcionais do 777-300 ER no valor de US$ 8 bilhões.
  • O Grupo Emirates anuncia um lucro recorde de AED 5,9 bilhões (US$ 1,6 bilhões) para o exercício fiscal.
  • Basra, Genebra, Copenhague, St. Petersburg e Bagdá são adicionadas à rede Emirates, enquanto um serviço de carga apenas é lançado para Erbil.
  • Xangai, Johannesburg, Munique e Roma são adicionadas à rede A380 da Emirates.
  • A Emirates se torna parceira e companhia aérea oficial do Real Madrid.
  • A Emirates e o Victoria Racing Club anunciam um novo contrato de patrocínio de cinco anos.
  • A Emirates SkyCargo completa seu primeiro voo de carga 100% informatizado entre Nairobi e Amsterdã.
  • A Emirates concorda em patrocinar o 'Emirates Air Line', um teleférico acima do Rio Tâmisa de Londres.
  • A AeroMobile, a prestadora de serviço de telefonia móvel em voo da Emirates, atinge seu quintilhonésimo usuário e a Emirates lança conectividade de internet Wi-Fi para sua frota de A380.
  • A dnata revela uma nova filosofia da empresa e renova sua marca visual.
  • A dnata anuncia um investimento global de US$70 milhões em novos equipamentos e instalações.
  • A dnata adquire participação de 50% na Wings Inflight Services, uma prestadora de serviços de refeições sul-africana.

2010

  • A Emirates celebra seu 25º aniversário marcando um quarto de século de sucesso e notável crescimento.
  • Novas rotas para Tóquio, Amsterdã, Praga, Al Medinah al Munawarah, Madri e Dakar são lançadas, enquanto operações de carga apenas para Almaty, Bagram e Campinas começam.
  • O Grupo Emirates anuncia um lucro de AED 4,2 bilhões (US$ 1 bilhão) para o exercício fiscal finalizando em 31 de março de 2010.
  • A Emirates faz um pedido de 32 A380 adicionais no Show Aéreo de Berlim junto com motores da Engine Alliance. Ela também faz o pedido de 30 B777-300ER adicionais no Show Aéreo de Farnborough.
  • A Emirates é parte das comemorações na África do Sul como Parceiro Oficial da Copa do Mundo da FIFA.
  • A Emirates SkyCargo opera o primeiro voo informatizado entre as Ilhas Maurício e Dubai com todo o carregamento transportado processado eletronicamente.
  • A Emirates SkyCargo estabelece um novo recorde operando o voo de carga sem parada mais longo da história de 17,5 horas entre Sydney e Nova York.
  • A dnata adquire a Mercator Asia na Tailândia, sua primeira subsidiária de TI estrangeira.
  • A dnata dá as boas-vindas em solo ao primeiro voo comercial no novo aeroporto World Central - Al Maktoum International de Dubai.
  • A dnata inaugura oficialmente o 'centro de controle de bagagens' em todos os três terminais no Aeroporto Internacional de Dubai.
  • A dnata se torna a 4ª maior fornecedora de refeições em todo o mundo adquirindo a Alpha Flight Group Ltd.
  • O Emirates Skywards, com mais de cinco milhões de membros, marca seu décimo aniversário com novo visual e programa aprimorado.

2009

  • A dnata adquire duas das principais operações de serviços em terra do Reino Unido no Aeroporto de Londres Heathrow no Aeroporto de Manchester.
  • A dnata abre a primeira loja tipo one stop travel reconhecida internacionalmente do Afeganistão na capita do país, Kabul.
  • A Emirates lança voos para Durban e Luanda.
  • A Emirates começa operações do Aribus A380 nas rotas de Sydney, Auckland, Bangcoc, Toronto e Seul.
  • A Emirates passa a ser a maior operadora de Boeing's 777 do mundo com a entrega da 78ª aeronave B777.
  • O Wolgan Valley Resort & Spa, o primeiro resort australiano sediado em área de conservação e a primeira propriedade fora de Dubai da Emirates Hotels & Resorts dão as boas-vindas aos seus primeiros hóspedes.
  • A Arsenal Soccer Schools Dubai - um empreendimento conjunto entre a Emirates e o Arsenal - abre suas portas.
  • A dnata marca seu 50º aniversário no Show Aéreo de Dubai.
  • O Al Maha Desert Resort & Spa celebra seu 10º aniversário.
  • O Premier Inn, um empreendimento conjunto entre o Grupo Emirates e a Whitbread plc, abre seu segundo hotel em Dubai no Silicon Oasis.
  • O milionésimo passageiro da Emirates usa seu próprio telefone móvel em uma aeronave equipada com o sistema AeroMobile.
  • A maior campanha de publicidade em TV da Emirates até hoje - "Meet Dubai" - vai ao ar em todo o mundo.
  • A Emirates abre sua casa Community Health Education Society (CHES) para crianças HIV-positivas em Chennai, Índia.

2008

  • A dnata adquire uma participação de 23% da companhia de viagens corporativas mundiais, Hogg Robinson Group (HRG), a maior cota da empresa, a qual dá à dnata acesso a uma rede de 120 países.
  • A dnata compra uma cota de 49% na Mind Pearl, uma organização de terceirização de centros de contato globais, a qual testemunha a dnata expandir em três continentes na sua oferta de soluções terceirizadas de centros de contato.
  • As operações de carga da dnata reúne forças com a Kanoo, EAU e a International Logistics, França para criar um dos maiores fornecedores de soluções em logística dos EAU, a Freightworks.
  • A empresa se muda para a nova sede multimilionária do Grupo Emirates.
  • O Terminal 3 exclusivo da Emirates abre em outubro e dentro de um mês 500.000 passageiros voaram do terminal.
  • A Emirates SkyCargo começa as operações no novo Mega Terminal fora de Dubal da Cargo Village, com capacidade para manusear 1,2 milhão de toneladas anualmente.
  • O primeiro voo da Emirates para Los Angeles aterrissa, enquanto voos também são lançados para São Francisco e Cidade do Cabo.
  • A Emirates se torna a primeira transportadora internacional a introduzir um serviço de telefonia móvel durante o voo.
  • A Emirates assume a entrega de três A380 e faz-se a história da aviação quando seu primeiro A380 aterrissa em Nova York.
  • O 10.000º membro da tripulação de cabine entra na equipe da Emirates.
  • Nova instalação de esportes da Emirates, 7he Sevens, recebe público recorde no Emirates Airline Dubai Rugby Sevens.

2007

  • A dnata entra no mercado europeu pela primeira vez com a tomada de controle da Jet Aviation Handling AG, a divisão de manejo de aeroportos do Jet Aviation Group sediado na Suíça.
  • A Emirates impressiona o mundo assinando contratos para 120 Airbus 350, 11 A380 e 12 Boeing 777-330ER, em um valor estimado de $34,9 bilhões, no Show Aéreo de Dubai.
  • Novos Centro de Engenharia e Célula de Teste de Motores são abertos oficialmente.
  • O Emirates Harbour Hotel & Residence e o Marina Hotel abrem suas portas.
  • O acréscimo de São Paulo à rede representa o primeiro voo sem escala entre o Oriente Médio e a América do Sul.
  • A Emirates Flight Catering começa as operações na sua nova instalação de $120 milhões no Aeroporto Internacional de Dubai.

2006

  • A Emirates assina um acordo para 10 Boeing 747-8F em um negócio de $3,3 bilhões.
  • A Emirates sela uma parceria de $195 milhões com a Fifa - o órgão governamental mundial de futebol - e também compra os direitos de televisionar todo jogo disputado na Copa do Mundo da Alemanha nos voos.
  • O Arsenal joga sua primeira partida no novo Emirates Stadium.
  • O Sheik Ahmed diz que a Emirates está no centro do investimento de Dhs300 bilhões de Dubai em aviação e espaço aéreo.
  • A Emirates SkyCargo assina um pedido de $2,8 bilhões para 10 Boeing 747-8F.

2005

  • A força de trabalho do Grupo Emirates totaliza 25.000 pessoas de 124 países ao redor do mundo, fazendo dele o maior empregador de Dubai.
  • O tráfego de passageiros continua a aumentar com 12,5 milhões registrados no ano.
  • A Emirates faz o pedido de 42 Boeing 777 em um negócio no valor de $9,7 bilhões, o maior pedido de Boeing 777 da história.

2004

  • A Emirates faz o pedido de quatro Boeing 777-300ER, com nove opcionais, em um negócio de $2,96 bilhões.
  • A frota da SkyCargo é aumentada com três Airbus A310-300 adicionados aos seus seis Boeing 747.
  • A Emirates faz seu primeiro voo para a América do Norte - um voo de 14 horas sem escala até o Aeroporto JKF de Nova York. Isso marcou o primeiro serviço de passageiros sem escala do Oriente Médio para a América do Norte, um continente que o Sr. Flanagan descreveu, em termos de aviação, como o mais importante do mundo.
  • A Emirates assina um negócio de £100 milhões com o time Arsenal da English Premiership, o qual inclui direitos de nome no seu novo estádio por 15 anos e patrocínio na camisa por oito anos, começando na temporada 2006/07.
  • A dnata abre seu primeiro ponto de vendas de viagens regional no Kuwait.

2003

  • A CAE e a Emirates reúnem forças para abrir o Centro de Treinamento em Aviação da Emirates de $100 milhões que tem vários simuladores de voos completos.
  • A Emirates surpreende a indústria no Show Aéreo de Paris com o maior negócio na história da aviação civil - um incrível pedido de 71 aeronaves a um custo de $19 bilhões.
  • O serviço diário de Dubai para Sydney começa com a entrada do primeiro A340-500 na frota.
  • O A340-500 apresenta o revolucionário sistema de entretenimento durante o voo - incluindo 500 canais em todas as classes, enquanto cada assento é equipado com um fone.
  • Após transportar 8,5 milhões de passageiros, um aumento de 26%, a companhia aérea anuncia um incrível aumento nos lucros de 94 por cento para Dhs907 milhões de Dhs468 milhões.
  • A dnata recebe uma nova logomarca - um globo acolchoado por uma pista de pouso e decolagem estilizada representando por uma tira verde em curva.

2002

  • Quatro milhões de passageiros votam na pesquisa da internet da Skytrax e a Emirates é novamente nomeada a Companhia Aérea do Ano.
  • Níveis de passageiros globais caem quatro por cento, mas os números da Emirates aumentam 18,3 por cento para 6,8 milhões.
  • Carga em todo o mundo despenca nove por cento, mas a Emirates desfruta de um aumento de 19,5 por cento para 400.000 toneladas.
  • O Grupo anuncia um investimento de $275 milhões no novo complexo de hangares no Centro de Engenharia da Emirates.

2001

  • O Centro da Emirates SkyCargo - com capacidade para manejar 400.000 toneladas ao ano - é aberto.
  • A Emirates assina um negócio de £24 milhões para patrocinar o clube de futebol Chelsea da English Premiership por quatro anos.
  • Em uma pesquisa com 2,7 milhões de passageiros de companhias aéreas feita pela Skytrax Research, a Emirates foi votada como a Companhia Aérea do Ano.
  • A Emirates recebe a entrega do seu 18º Airbus A330-200 e faz o pedido de mais dois, fazendo dela a maior operadora de A330 do mundo.
  • Com a oscilação da concorrência a partir do 11 de setembro e a Boeing e Airbus em uma posição de barganha semanal, a Emirates surpreende o mundo anunciando um pedido de $15 bilhões para 15 A380, oito A340-600, três A330 e 25 Boeing 777.

2000

  • O Terminal Sheikh Rashid é aberto, aumentando a capacidade no Aeroporto Internacional de Dubai para 22 milhões de passageiros ao ano.
  • O programa de fidelidade para passageiros frequentes, Emirates Skywards, é lançado.
  • O Sheik Ahmed anuncia que o Governo de Dubai investirá $500-600 milhões no novo Terminal 3 - com capacidade para 20 milhões de passageiros por ano.
  • A Emirates se torna a primeira companhia aérea a aderir ao Airbus A380 quando faz o pedido de sete, com opção de mais cinco, no Show Aéreo de Farnborough.
  • A Emirates compra outros seis Boeing 777-300.
  • O Sr. Flanagan recebe o título de Comandante do Império Britânico.

1999

  • A Emirates entra no mercado de propriedades hoteleiras com a abertura do Al Maha Desert Resort & Spa.
  • Os primeiros dos 17 Airbus A330-200 da nova geração chegam em Dubai.
  • A força de trabalho do Grupo Emirates totaliza 11.000.
  • A dnata entra no mercado de serviços de aeroportos do Sudeste da Ásia com o lançamento da dnata Philippines Inc.
  • A companhia aérea financia as crescentes relações dos EAU com a Austrália e um negócio é fechado para adicionar Sydney, Brisbane e Perth à rota de Melbourne.
  • A Emirates patrocina a Melbourne Cup, o maior encontro no calendário de corridas de cavalo da Austrália e a equipe de críquete do país na Copa do Mundo.
  • O uniforme da frota da Emirates é atualizada com um design moderno e dinâmico.
  • Os desembarques de passageiros no Aeroporto Internacional de Dubai atingem a marca de 11 milhões.

1998

  • A Emirates aumenta sua capacidade em 26 por cento conforme os números de passageiros atingem 3,7 milhões, enquanto os níveis de carga sobem para 200.000 toneladas.
  • O Grupo assume uma participação de 43 por cento na Air Lanka, que passa a chamar SriLankan.
  • A Emirates é votada como a Melhor Companhia Aérea do mundo no prestigioso OAG Awards.
  • O Terminal 2 de $540 milhões é aberto no Aeroporto Internacional de Dubai.

1997

  • A Emirates faz um pedido de $2 bilhões para 16 Airbus A330-200.
  • A companhia aérea desafia os altos preços dos combustíveis para novamente anunciar lucros recordes conforme os números de passageiros superam três milhões e o transporte de carga atinge 150.000 toneladas.
  • A Emirates recebe a entrega de seis Boeing 777-200, dando a ela novas capacidades de transporte de cargas longas.

1996

  • A companhia aérea recebe a entrega do seu primeiro Boeing 777-200 e se torna a primeira companhia aérea a mostrar área ativa de decolagem e aterrissagem. Seu voo inaugural para Londres é seguido pelo voo inaugural da Emirates para Melbourne.
  • A Emirates se torna o patrocinador titular do evento de corridas de cavalos mais rico do mundo - a Dubai World Cup.

1995

  • Quando a companhia aérea comemora seu 10º aniversário, ela tem uma frota voando para 34 locais no Oriente Médio, Extremo Oriente e Europa.
  • A Emirates entra no mercado africano, com voos para Johannesburg, Nairobi e Kênia.
  • A intenção do Sheik Ahmed de que mais emirados façam carreira na Emirates começa a tomar forma quando os primeiros pilotos se formam no programa de treinamento da Emirates.
  • O Centro de Treinamento de Voos da Emirates é aberto.

1994

  • A Emirates é a primeira companhia aérea a equipar uma frota de Airbus com uma instalação de fax no voo.

1993

  • A Emirates se torna a primeira companhia aérea a introduzir telecomunicações em um Airbus - em todas as três classes.

1992

  • A Emirates se torna a primeira companhia aérea a instalar sistemas de vídeo em todos os assentos em todas as classes na sua frota.
  • A Emirates convence o governo francês a permitir que ela voe para Paris.
  • O terminal de $2 milhões exclusivo para a Emirates é aberto no Aeroporto Internacional de Dubai.
  • A Emirates se torna a primeira companhia aérea a fazer o pedido de um simulador de voo completo para Airbus de $20 milhões.

1991

  • Em 17 de janeiro, a Emirates mantém sua frota em terra por várias horas quando começa a batalha para libertar o Kuwait. As operações são reiniciadas e a Emirates mantém 90 por cento dos seus serviços normais durante o primeiro mês do conflito.
  • A Emirates finalmente consegue um espaço no movimentado centro internacional - o London Heathrow.
  • Pouco após a chegada de outro Airbus A300-600R, levando sua frota para nove, a Emirates faz o pedido de sete Boeing 777, com uma opção para mais sete, em um negócio de $64,5 milhões.
  • Quando a companhia aérea comemora seu sexto aniversário, 25.000 passageiros por semana estão voando para 23 destinos.

1990

  • O Sheik Ahmed contrata mais três Airbus A310-300 na exibição Asean Aerospace em Cingapura.
  • A Emirates aposta na tendência da indústria e continua a expandir apesar da invasão iraquiana do Kuwait e adiciona Manchester ao seu quadro de horários.

1989

  • Voos são adicionados a Cingapura, Manila e Bangkok.

1988

  • Damasco é adicionada à rede de rotas da Emirates, dando a ela um total de 12 destinos em apenas 38 meses de negócios.

1987

  • Negócios são fechados para voo para o Aeroporto Gatwick de Londres, bem como Istambul, Frankfurt e Male, a capital da Maldivas.
  • Em 3 de julho, A6-EKA voa de Tolouse para Dubai quando a Emirates recebe a entrega da sua primeira aeronave comprada.
  • O Airbus A310-304 é projetado de acordo com as especificações da Emirates, dando à companhia aérea a oportunidade de implementar completamente seu compromisso de oferecer uma experiência de voo superior aos seus concorrentes.

1986

  • A rede cresce com os direitos de tráfego adquiridos para Amman, Colombo, Cairo e Dhaka.
  • O investimento em infraestrutura e custos de expansão testemunham a Emirates anunciando perdas para aquilo que seria a única vez na história.

1985

  • O Sheik Mohamed apresenta o Sr. Flanagan ao seu tio e futuro presidente da Emirates, o Sheik Ahmed bin Saeed Al Maktoum.
  • O Sr. Flanagan embarca na missão ambiciosa de lançar uma companhia aérea com $10 milhões em cinco meses.
  • O Sheik Ahmed e futuro presidente Tim Clark entram na equipe do Sr. Flanagan.
  • A Pakistan International Airlines concorda em arrendar completamente duas aeronaves para a Emirates.
  • Negócios são fechados para voos para Karachi, Nova Déli e Bombai.
  • Em 25 de outubro, o Voo EK600 parte do Aeroporto Internacional de Dubai para Karachi.
  • O Sheik Mohammed dá de presente dois Boeing 727-200 para a companhia aérea.

1984

  • O Sheik Mohammed bin Rashid Al Maktoum e o Sr. Flanagam discutem o lançamento de uma companhia aérea em Dubai.
  • O Sr. Flanagan está entre uma equipe de 10 homens que produz um plano de negócios para a nova companhia aérea - que será chamada de Dubai Airlines ou Emirates Airline.
  • O Sheik Mohammed escolhe Emirates e a decisão é tomada para desenvolver a companhia aérea no controle da dnata, a qual já era o agente de vendas para 25 companhias aéreas.

1978

  • Maurice Flanagan muda para Dubai para se tornar o diretor e gerente geral da dnata.

1960

  • O Sheik Rashid bin Saeed Al Maktoum abre o aeroporto e implementa inovadora política de céu aberto

1959

  • A dnata é estabelecida pelo Governo de Dubai com apenas cinco membros do pessoal para fornecer serviços de manejo em terra no novo Aeroporto Internacional de Dubai.

Mais informações

Pode ser que também lhe interesse...