Qual país e idioma do emirates.com você quer visitar Angola (Portuguese) ou United States (English)Ver todos os países e idiomas.
[ Português ]English
Saltar para conteúdo principal

Guia para Londres : Guia

Guia para Londres

 Voe para Londres Heathrow e Gatwick com a Emirates

Voos para Londres, Reino Unido

Sobre Londres

“Quando alguém se cansa de Londres, ele se cansa da vida porque Londres tem tudo o que a vida pode oferecer”, disse Samuel Johnson, intelectual inglês, há mais de 200 anos, provavelmente na citação mais famosa sobre a cidade que foi, durante séculos, a mais famosa do mundo. O que poderia ter sido um leve exagero na época, contudo, agora é quase literalmente verdadeiro.

O vasto tamanho e escala de Londres torna impossível “conhecê-la” em uma única visita – ou em muitos anos de visitas – mas mesmo em uma viagem rápida, é possível ter uma boa ideia dessa grande metrópole. Isso se torna ainda mais fácil com o abrangente sistema de transporte público de Londres, ainda que às vezes irregular e complexo, que cobre quase toda a cidade.

Cidade de Westminster

A Grande Londres abrange uma vasta área, mas muitos dos locais mais famosos ficam na Cidade de Westminster, um distrito que se estende por grande parte da região central de Londres. Westminster é a região das Casas do Parlamento e do Palácio de Buckingham, além dos bairros residenciais sofisticados de Mayfair e Knightsbridge.

O famoso West End de Westminster contém grande parte do setor de entretenimento de Londres, além do Soho, um ótimo lugar para percorrer a pé, bem como para ver as celebridades excêntricas entrando e saindo do Groucho Club, em Dean Street. Abrangendo Regent Street, Oxford Street, Leicester Square e Piccadilly Circus, o West End é um bom ponto de partida para conhecer Londres, do ponto de vista turístico, e algumas regiões, como Covent Garden, são realmente encantadoras.

Para obter uma perspectiva um pouco diferente, caminhe ao norte de Oxford Street até Marylebone High Street, uma rua de lojas requintadas que ainda oferece ótimos restaurantes independentes, além de pequenas instituições londrinas como Patisserie Valerie ou a excelente Daunt Books, depois siga até Regent’s Park.

Voos para Londres, Reino Unido

Além do centro

Muitos dos vários bairros mais afastados de Londres ainda guardam sua identidade distinta, refletindo as cidades e vilarejos que eram antes de serem tragados pela cidade.

Às vezes, essas identidades são relativamente recentes. Brick Lane em Tower Hamlets, a leste do centro da cidade, foi o primeiro lar no Reino Unido para muitos imigrantes de Bangladesh. A rua e a região ao redor tem um nítido sabor bengali, e agora perdeu a antiga reputação de região deteriorada para tornar-se um centro cultural vibrante.

Ainda mais a leste, em Docklands se notam os remanescentes das docas desativadas sendo substituídos pelas torres brilhantes de Canary Wharf e sua vibração cada vez maior com a chegada de empresas poderosas. Nas proximidades fica Greenwich, lar do Observatório Real, onde os visitantes podem tocar ambos os hemisférios leste e oeste ao pisarem no meridiano zero, longitude zero.

Voos para Londres, Reino Unido

Emirates Air Line

Além de poder voar conosco para Londres, você pode voar conosco pela cidade, também. Desfrute da maneira rápida, eficiente e divertida de atravessar o Rio Tâmisa no Emirates Air Line, nosso teleférico em Londres. O Emirates Air Line é um componente icônico do horizonte de Londres, conectando o norte e o sul do Rio Tâmisa, entre os terminais em Emirates Royal Docks e Emirates Greenwich Peninsular. Experimente vistas espetaculares para as Docklands de Londres, o Millennium Dome, Catedral de São Paulo, Gherkin, Thames Barrier e Olympic Park.

Cultura

Ainda que não na mesma escala que Florença ou Paris na cena cultural, Londres tem quase o mesmo número de museus, além de uma profusão de pequenos teatros pequenos e espaços musicais.

Para os amantes da cultura, os grandes nomes são essenciais: Tate, Tate Modern, National Gallery e British Museum podem ser vistos, mesmo numa visita breve, enquanto aqueles que procuram entretenimento intelectual geralmente encontram algo acontecendo em South Bank. Visitantes com mais tempo devem investigar revistas locais e sites para encontrar informações sobre as exposições e apresentações mais recentes.

Restaurantes e vida noturna

Para muitos visitantes, o West End é o primeiro e único lugar que irão em busca de entretenimento. A região abriga “Theatreland”, uma área repleta de teatros com peças em cartaz há muito tempo e extravagâncias musicais, geralmente incluindo alguma coisa de Andrew Lloyd Webber.

Além dos teatros e dos cinemas ao redor de Leicester Square e Piccadilly Circus, o West End é repleto de clubes e restaurantes famosos, e inclui também a Chinatown de Londres, onde ainda é possível saborear uma tradicional refeição chinesa.

Durante os séculos de existência de Londres, a imigração trouxe muitas ondas de diversas nacionalidades à cidade, as quais deixaram sua marca culinária. Na última década, Londres também presenciou um fluxo de chefs sofisticados do mundo todo, dando a muitas cozinhas tradicionais um toque interessante, a um preço igualmente interessante.

Voos para Londres, Reino Unido

Nas proximidades de Londres

Entre eles, os principais aeroportos de Londres, Gatwick e Heathrow, servem de portais de entrada internacionais tradicionais para o sul da Inglaterra.

De Heathrow, é fácil chegar a locais no oeste. Visitantes depois de uma experiência tipicamente “inglesa” podem seguir ao West Country, uma região de campos verdes ondulantes, pilhas de feno, chás cremosos e vilarejos “pitorescos”, ainda que alguns cobrem preços de Londres para quartos de hotel. Para uma experiência menos turística em West Country, siga até Isle of Purbeck, em Dorset; não uma ilha verdadeira, o distrito oferece colinas ondulantes cobertas de tojo, litoral íngreme e as deslumbrantes ruínas medievais em Corfe Castle.

Do Aeroporto de Gatwick, que é tão próximo do litoral sul da Inglaterra quanto da região central de Londres, siga até Brighton para conhecer o arquetípico resort britânico à beira-mar. Famosa pelos cais, mas atualmente capaz apenas de ostentar o Palace Pier (seu rival, o West Pier, agora está em ruínas depois de dois incêndios devastadores) – Brighton era o playground de George, o Príncipe Regente (depois, Rei George IV), e seu palácio agora foi convertido em Pavilhão Real.

 Partida
 Retorno