Qual país e idioma do emirates.com você quer visitar Angola (Portuguese) ou United States (English)Ver todos os países e idiomas.
[ Português ]English
Saltar para conteúdo principal

A História da Emirates

A História da Emirates

Emirates Airline – Construindo uma rede internacional

No dia 25 de outubro de 1985, a Emirates fez seu voo inaugural saindo de Dubai e possuía apenas duas aeronaves em operação: um Boeing 737 e um Airbus 300 B4. Naquela época, assim como agora, nosso objetivo era a qualidade, não a quantidade, e nos anos que se passaram desde aqueles pequenos passos iniciais em voos regionais, a Emirates se transformou em um grupo de viagens e turismo com participação global, conhecido em todo o mundo pelo compromisso com os mais elevados padrões de qualidade em todos os aspectos de nossas atividades.

Embora de propriedade do Governo de Dubai, a Emirates cresceu em escala e porte por meio de concorrência, não patriotismo — um número sempre crescente de empresas internacionais exploram o mercado de céus abertos de Dubai. Nós apoiamos essa abertura de mercado e a consideramos vital para manter nossa identidade e competitividade. Após o investimento inicial, o governo de Dubai julgou conveniente tratar a Emirates como uma entidade comercial inteiramente independente, e hoje nossa prosperidade se deve a isso. Nossa empresa registra lucro anual todos os anos desde seu terceiro ano de operações.

O segredo do sucesso da Emirates é que continuamos nosso intenso crescimento enquanto nos esforçamos para oferecer o melhor serviço da indústria. Os seguimentos da empresa incluem:

  • Uma premiada divisão de cargas internacionais
  • Uma bem-sucedida divisão de gerenciamento de viagens e entretenimento
  • Um desenvolvedor de TI para empresas aéreas.

Inaugural Flight
Voo Inaugural da Emirates

Destinos e frota em constante crescimento

Com uma frota com mais de 230 aeronaves, atualmente voamos para mais de 140 destinos em mais de 80 países em todo mundo e nossa rede está em constante expansão. Mais de 1,500 voos da Emirates saem de Dubai a cada semana, rumo aos seis continentes. Para tanto, a Emirates anunciou recentemente novidades sobre o futuro de sua frota já de última geração.

Em 2001, a Emirates demonstrou sua confiança no crescimento futuro do setor anunciando a maior encomenda da história da aviação, avaliada em 15 bilhões de dólares. O número impressionante de 58 novas aeronaves, da Airbus e da Boeing, foram acrescentadas à sua crescente frota.

Em 2005, a Emirates divulgou a maior encomenda da família de aeronaves Boeing 777 da história - 42 no total – em um negócio equivalente a Dhs 35,7 bilhões (USD 9,7 bilhões).

No Farnborough Air Show de 2006, a Emirates assinou um contrato de parceria para 10 aeronaves do novo Boeing 747-8F, a ser construído com os motores GEnx da General Electric, em um negócio de USD 3,3 bilhões.

No Dubai Airshow em novembro de 2007, a Emirates anunciou um pedido de aeronaves da aviação civil histórico quando assinou contratos para 130 Airbus A350, 11 A380 e 12 Boeings 777-300ER, estimados em USD 34,9 bilhões. O contrato com a Airbus é constituído de pedidos confirmados de 50 A350-900 e 20 A350-1000, além de 50 opções para os A350-900. Os primeiros A350 serão entregues à Emirates em 2015. Em 2010, tendo em vista o plano estratégico de crescimento, a Emirates aumentou significativamente o número de encomendas de novas aerovaves. No Berlin Airshow, em junho, a Emirates anunciou seu pedido adicional de 32 Airbus A380 e em julho, na Farnborough Airshow, uma nova encomenda de 30 Boeing 777-300ER. O valor total dessas ordens é de USD 13,4 bilhões.

Ressaltando o incrível crescimento da empresa, a Emirates é no momento a maior operadora mundial de Airbus A380 e Boeing 777.

As encomendas atuais da Emirates incluem mais de 280 aeronaves, no valor total de aproximadamente USD 138 milhões até o mês de novembro de 2014. Esses investimentos, combinados à que já é a frota mais jovem, e uma das mais modernas da aviação comercial mundial, firmam o compromisso com o futuro que demonstra nosso objetivo de transformar Dubai em um imenso centro internacional.

No exercício de 2013/2014, a Emirates transportou 44,5 milhões de passageiros e 2,25 milhões de toneladas de carga. Vislumbramos um futuro brilhante em que transportaremos muitos outros milhões em nossa rede crescente de destinos internacionais.